Tags

, , , , , , , , , , , , ,

Hoje – virei a noite aqui, kkk – decidi falar sobre um assunto que eu amo: chapéu. Apesar de ter um só (porque sou muuito chata para comprar e nunca acho um que me agrade totalmente), eu adoro. E como ultimamente esse item tem se popularizado e sido mais aceito aqui no Brasil, acho que é bem válido criar esse post.

Antes, chapéu era peça obrigatória no vestuário. Depois, passou a ser utilizado apenas como proteção (contra o frio ou o calor). Hoje, é um acessório. Ta aí para enfeitar e serve tanto para homens quanto para mulheres.

Com essa popularização, passaram a ser criados chapéus em dezenas de materiais e cores. Dá para agradar a qualquer gosto e a produção fica super charmosa. Ele dá um up para qualquer look basicão.

O FLOPPY é aquele chapéu “de perua”. Sabe aquela produção rica, com cara de poder? Ele é o cara certo para isso. O material com que ele é produzido é bem maleável, e as abas normalmente bem amplas e grandes. Essa combinação faz com que ele fique mais inclinado para baixo e as abas sejam meio onduladas, então dá para virá-las para qualquer lado. O modelo vai bem com um par de óculos bem grandes, vestidos longos, tecidos leves – ótimo para usar no calor – e fica muito bom também numa produção mais boho chic. Para a praia, você pode amarrar um lenço na base da copa; fica lindo!

A grande sensação do momento e queridinho de todos é o FEDORA. É aquele com abas mais curtinhas, tem o topo meio “fundo”, com uma depressão e duas entradas mais baixas nas extremidades da frente da copa. Eu amo muito esse modelo. Acho o mais versátil, bonito e acessível; além de ser fácil de achar. Fica bem com quase tudo. Pode usar com óculos à vontade. É ótimo para o inverno e o verão e o estilo de look em que ele pode ser incluído varia bastante. O chapéu que eu tenho é desse modelo e eu já usei em N produções, cada uma num estilo…

Leighton Meester apareceu duas vezes na ilustração do CLOCHÊ porque, na minha opinião, sua personagem Blair, de Gossip Girl (♥) foi a grande responsável por resgatar o modelo. Esse tipo de chapéu foi muito popular na década de 1920 e ficou sumido por um tempo. Depois que Queen B. começou a circular pelas ruas do Upper East Side usando o clochê para todo canto, o pessoal se interessou mais, viu que é possível usá-lo sem parecer um boneco retrô e ele foi mais aceito, voltando à moda. Mas ainda é bem raro ver alguém usando e é muito difícil achar o modelo para comprar. Mesmo. Ele é perfeito para produções bem femininas: saia rodada, vestidos, tecidos leves, salto alto e produções semelhantes.

Se você ficou com vontade de ter um chapéu para chamar de seu, separei algumas peças. Dá uma olhada:

Para todos os gostos…

P.S.: NAS FOTOS: Floppy – Vanessa Hudgens, Blake Lively, Kim Kardashian, Ashlee Simpson | Fedora: Nina Dobrev, Camila Pitanga, Megan Fox, Beyoncé | Clochê: Leighton  Meester, Victoria Beckham e Angelina Jolie

Curtiram? Qual seu modelo preferido? Comenta aí! 😀

Anúncios